Atividade de revisão EM (2º e 3º anos)

Frade dominicano Bartolomé de Las Casas:

Jurista Juan Ginés Sepulvera:

Acima temos contato com dois textos. Ambos são contemporâneos e foram produzidos no século XVI no contexto da invasão do Novo Mundo propagada pelo homem branco europeu. Diante disso, produza um texto no qual o seguinte roteiro seja seguido: os dois pensadores falam do mesmo tema? São os mesmos paradigmas? Podemos afirmar que há um confronto entre as duas ideias? De que tipo? Quais as teses levantadas por ambos em síntese? Qual dos dois textos é um claro exemplo de ETNOCENTRISMO? Explique? Conclua seu breve texto com sua opinião científica a respeito desse clássico debate de nossa história…

PRAZO: 23 de setembro de 2012, até às 18 horas!

Bibliografia: textos coletados no livro APRENDER ANTROPOLOGIA de François LaPlantine

Anúncios

Leonardo

Menino perdido, largado no chão,

Desde cedo bandido, pediu nascer não

É bala da Polícia

É bala do Ladrão

Menino perdido, brinca de botão,

Roda, capoeira, pé no chão,

Cabeça no mundo da lua,

Como o pai que nunca viu e tá na prisão,

Menino, moleque, cansado de guerra,

Deita no colo dela

Viajar pelo mundão,

perdeu-se no meio da favela

Queria sair, partir, fugir, por que não?

Menino tinhoso, medo tem não, viver ele quer

Amar ele quer

Bala da Polícia, Bala do ladrão

É tudo igual, diferença tem não

Que pena…

Menino, quer voar, tirar os pés do chão

Vento bateu forte, as ondas da praia num vai e vão…

Menino pergunta pro pai… Posso voar?

Pai fecha os olhos, pensa muito não, diz, vai…

Menino foi…  olhos azuis da cor do mar,

Perdido, não tá mais não,

onda vai e vem,

Dança de salão…

Não tem mais bala de polícia,

não tem mais bala de ladrão…